CEOs do setor financeiro aderem à Declaração do Capital Natural na Rio+20

15/06/2012

 

Iniciativa pioneira contará  com participação de 35 empresas de 12 países. Caixa Econômica Federal será o primeiro grande banco do País a aderir à Declaração
 
Rio de Janeiro, 13 de junho – No próximo dia 16 de junho de 2012, durante a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, será lançada a Declaração do Capital Natural (NCD, na sigla em inglês), primeira iniciativa em que CEOs de instituições financeiras de todo o mundo assinarão um compromisso público de tornar a proteção e preservação dos ecossistemas uma prioridade do setor.
 
A iniciativa coordenada pela UNEP FI (Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), GCP (Global Cannopy Programme) e GVces (Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV EAESP), reunirá CEOs de 35 bancos, fundos de investimentos e pensão e companhias de seguro de 12 países signatários da NCD, entre eles: o International Finance Corporation, Sovereign, UniCredit, National Australia Bank, Rabobank Group.
 
“Será um momento histórico , quando diferentes setores da sociedade se reúnem em prol de um objetivo comum, que é chegar a um consenso a respeito do futuro da humanidade”, afirma Roberta Simonetti, coordenadora do programa Finanças Sutentáveis do GVces. “Estamos buscando aperfeiçoar os padrões de desenvolvimento de nossa civilização. Reconhecer o valor do capital natural é vital para que tenhamos sucesso”, completa.
 
No Brasil, a primeira instituição a assinar foi o Infraprev (Instituto de Seguridade Social), seguido pelo quarto maior banco do país, a Caixa Econômica Federal. “A Caixa reconhece a importância do capital natural como parte fundamental para a sustentabilidade dos negócios. Os recursos naturais são a base para a nossa economia, fornecendo matéria-prima e insumos para a produção de bens, além de serviços ambientais, determinantes para a qualidade de vida no planeta”, afirma Jorge Hereda, CEO da instituição. “Neste sentido, a Caixa Econômica Federal, como agente indutora do desenvolvimento, está alinhada às novas necessidades da sociedade e do setor produtivo, considerando, sempre, a utilização racional dos recursos da natureza e os impactos ambientais gerados pelas atividades e projetos apoiados pela Instituição”, completa Hereda.
 
 
Eventos da Declaração do Capital Natural na Rio+20:
 
1. Lançamento da Declaração do Capital Natural: Perspectivas dos Executivos Seniores
16/06, das 14h às 15h30, no Windsor Barra Hotel
 
Participantes:
Achim Steiner, Diretor Executivo da UNEP e Sub Secretário Geral das Nações Unidas
Carlos Frederico Aires Duque, CEO, Infraprev
Rodrigo Sánchez Mújica, CEO, FIRA Banco de Mexico
Barbara Krumsiek, UNEP FI Co-Chair e CEO, Calvert Investments
William Bulmer, Diretor da International Finance Corporation – Departamento de Meio Ambiente, Social e Governança
Richard Burrett, UNEP FI Co-Chair e Sócio, Earth Capital Partners
Andrew Mitchell, Diretor Executivo da Global Canopy Programme
 
2. Natural Capital Declaration: Roadmap to Account for Nature
18/06 das 17:15 às 19h, no Parque dos Atletas 
 
3. Accounting for Nature High-level Dialogue
20/06 das 13 às 14:30h, no Riocentro (sala T-4)
 
Organização: Government of the United Kingdom (lead) with the World Bank Group and Natural Capital Declaration conveners: UNEP FI, GCP and FGV
 
 
Para saber mais sobre a NCD: http://www.naturalcapitaldeclaration.org/
Veja também a Programação GVces na Rio+20

Fonte: GVces

Local: Parque dos Atletas

Temas Relacionados: Diálogos Empresariais

 

Compartilhar: